Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020

Marcos Rogério viaja de férias para Vitória-ES e paga passagens com a Cota Parlamentar

Política - segunda-feira, 06/04/2020 às 13h42min
Marcos Rogério viaja de férias para Vitória-ES e paga passagens com a Cota Parlamentar
Coronavírus - Governo de Rondônia

Conforme o Portal da Transparência do Senado Federal, durante o mês de janeiro (Recesso), o Senador Marcos Rogério-RO teve o valor de R$ 3.500,57 ressarcidos pela Cota para Exercício da Atividade Parlamentar do Senador (CEAPS).

O parlamentar utilizou o recurso para comprar três passagens aéreas, no dia 23/01, Marcos Rogério embarcou no Aeroporto de Porto Velho – RO as 01:15 fez um escala no Aeroporto de Confins- MG e desembarcou em Salvador –BA as 09:40, a passagem custou R$ 1.370,69.

No dia 24/01 Marcos Rogério embarcou no Aeroporto de Salvador –BA as 11:25 com destino ao município de Vitoria –ES, chegando as 13:35. Passagem no valor de R$ 788,03

O Senador permaneceu 07 dias no município, do dia 24/01(sexta-feira) ao dia 30/01(quinta-feira).

No dia 29/01 o Senador Marcos do Val – ES, postou em sua rede social no Facebook uma foto com o Senador Marcos Rogério na publicação Marcos do Val comentou: “Tive a honra de receber, na manhã desta quarta feira em meu gabinete de Vitória (ES), a visita do amigo e senador Marcos Rogério, de Rondônia. Conversamos sobre expectativas para o ano de 2020 no Senado e na política brasileira. Foi um grande prazer, volte sempre! Nos vemos em Brasília”

No dia 30/01 o vôo de Marcos Rogério da Silva Brito partiu de Vitoria-ES as 10:50 chegando as Brasília –DF as 12:35, a passagem custou R$ 1.341,85.

No total Marcos Rogério gastou R$ 3.500,57(Três mil quinhentos reais e cinqüenta e sete centavos) com passagens aéreas,

O parlamentar não teve nenhum gasto ressarcido com hospedagem entre os dias 23 a 31 de Janeiro, também não consta no portal da Transparência nenhuma viagem oficial.

Recesso

É a suspensão das atividades do Congresso Nacional, e ocorre nos períodos de 18 a 31 de julho e de 23 de dezembro a 1º de fevereiro. Para haver o recesso de julho é necessário que o Congresso aprove o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Com objetivo de zelar pelas prerrogativas do Legislativo, funciona no período de recesso a Comissão Representativa (ver verbete), à qual são conferidos alguns poderes, como o de aprovar créditos adicionais solicitados pelo governo e fiscalizar os atos do Executivo.

A Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar dos Senadores – CEAPS, instituída pelo Ato da Comissão Diretora no 9, de 2011, é constituída pela verba de transporte aéreo (Ato da Comissão Diretora no 2, de 2009, com a redação dada pela Resolução no 5, de 2009) e pela verba indenizatória (Ato da Comissão Diretora no 3, de 2003). A despesa realizada pela Senadora ou pelo Senador é ressarcida pelo Senado Federal, mediante comprovação e até o valor limite mensal estabelecido.

O Política RO entrou em contato com o gabinete do Senador, no entanto ate o momento da publicação não obteve resposta

Fonte: Politicaro
TAGs:


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email