Quinta-Feira, 16 de Setembro de 2021

Último paciente de Mato Grosso do Sul internado em Rondônia para tratamento da covid-19 recebe alta

Notícias - sexta-feira, 10/09/2021 às 17h25min
Último paciente de Mato Grosso do Sul internado em Rondônia para tratamento da covid-19 recebe alta

Edilson Custodio da Silva foi o último paciente vindo de Mato Grosso do Sul, que recebeu alta do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro em Porto Velho na quarta-feira (8). Ele veio transferido em estado grave do município de Eldorado, por meio da Operação “Unidos pela Vida”, iniciativa do Governo de Rondônia, que tem como objetivo retribuir a ajuda recebida de outros estados durante a fase mais crítica da pandemia em Rondônia. Na época, Mato Grosso do Sul, ofereceu 18 vagas para Unidade de Terapia Intensiva (UTIs).

Banner publicitário da ampanha de prevenção e combate ao coronavírus VIII - Governo de Rondônia

O paciente chegou no dia 5 de junho e ficou internado cinco dias na UTI do Hospital de Campanha de Rondônia. O tempo total de internação foi de 25. Devido muita febre e tosse foi encaminhado para o Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), onde permaneceu internado por 28 dias. Após complicações da covid-19, seguiu para o Hospital de Base, onde passou por cirurgia de broncoscopia nasotraqueal e permaneceu por 42 dias até a alta hospitalar.

O gestor da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo, desde então, vem acompanhado o estado de saúde dos pacientes vindos de Mato Grosso do Sul. “Nossa equipe multidisciplinar está cuidando desses pacientes como se fosse nossos rondonienses, sabemos que essa doença tem tirado muitas vidas, mas lutamos para que esses pacientes voltassem bem para seu estado de origem”.

Edilson Custodio agradeceu por todo o cuidado que teve. “Estou vivo para contar essa história e, isso graças a uma vaga que tive em Rondônia e a equipe de profissionais que cuidaram de mim e que tem muito amor pela profissão, pois o tempo que passei com eles percebi isso. Obrigado Rondônia e a todos os profissionais da Saúde”, finalizou. Fonte: Secom - Governo de Rondônia


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email

Banner publicitário Doutor Potência