Coach in Rio? O que artistas do Rock in Rio têm em comum com palestrantes motivacionais

Entretenimento - quarta-feira, 09/10/2019 às 10h05min
Coach in Rio? O que artistas do Rock in Rio têm em comum com palestrantes motivacionais
Coach in Rio O que artistas do Rock in Rio têm em comum com palestrantes motivacionais
  • “Levanta a mão e agradece pro universo.” (Projota)
  • “Quantas pessoas aqui são fortes? Levante a mão. Quem não levantou, levante. Eu estou dizendo que você é forte.” (Jessie J)
  • “Eu fui diagnosticado com depressão e ansiedade, sentado em uma cadeira de psiquiatra. Isso não me fez mais fraco, não me fez estar quebrado. Muitos vivem desse mesmo jeito e a vocês digo: Sua vida sempre vale ser vivida” (Dan Reynolds, Imagine Dragons)
  • “Há quanto tempo você não olha para a natureza, para o céu, para as pessoas?” (Alok)

O Rock in Rio, que terminou no domingo (6), teve muitos momentos de Coach in Rio. Teve muito artista pedindo para botar a mão no coração, abraçar a pessoa ao lado e acreditar em si mesmo.

O maior exemplo desse Rock in Rio mais inspirador veio com a cantora inglesa Jessie J. “Eu tento ser uma coach quando estou no palco. Eu fico tentando inspirar todos que tenham um sonho que sejam eles mesmos”,

Jessie J no Rock in Rio… Ou Coach in Rio?

Dois coaches bem requisitados e mostrou os discursos de algumas das estrelas do festival. Veja as opiniões deles:

  • Não é treinamento, mas motiva

 “Na prática, esses cantores são motivacionais no sentido genérico. Claro que não é um treinamento motivacional, mas quando o cantor leva o público para a ação ele está sim motivando aquelas pessoas”, diz o coach e palestrante Geronimo Theml.

  • Hoje, todo mundo quer um alívio

José Roberto Marques, Presidente do Instituto Brasileiro de Coaching, vê shows desse tipo como um “alívio imediato do sofrimento”. “Nesse sentido, sim, estes são alguns dos efeitos de uma palestra de desenvolvimento pessoal e profissional ou Coaching”, diz Marques.

  • DJs podem ser profundos

“É incrível ver um DJ tão jovem quanto ele conseguindo provocar reflexão sobre questionamentos tão profundos e essenciais quanto o sentido da vida”, conclui Marques.

Fonte: G1


1 Comentário

  1. danielfich disse:

    Também acompanhei várias entrevistas com fãs nos shows realmente atribuindo grande importância dos músicos a terem conseguido superar dramas pessoais como depressão e falta de autoestima.

    Escrevi no meu blog lições de marketing e comunicação que essa edição do Rock In Rio nos trouxe. Se puder, visite /senhorconteudo.home.blog.

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email

%d blogueiros gostam disto: