Quinta-Feira, 16 de Setembro de 2021

Procurado por envolvimento em morte de mulher que defendeu o marido é preso na zona leste

Polícia - sexta-feira, 10/09/2021 às 10h14min
Procurado por envolvimento em morte de mulher que defendeu o marido é preso na zona leste
Foto: Reprodução

Após intensas investigações, policiais da Delegacia de Homicídios de Porto Velho, com apoio de agentes da 1° Delegacia de Polícia Civil, localizaram e prenderam temporariamente, Judson Gabriel Barros de França, acusado de ter participação na morte de Danielle Santos Reis, e nas tentativas de homicídio contra Paulo Roberto Salazar Ribeiro Júnior e um bebê de apenas 10 meses de idade, ocorrido na noite do dia 18 de agosto deste ano, no Bairro São João Bosco, na capital.

Banner publicitário da ampanha de prevenção e combate ao coronavírus VIII - Governo de Rondônia

Logo após ser decretada a prisão de todos os envolvidos nos crimes, os policiais iniciaram as diligências para cumprir as cautelares expedidas pela justiça. Nesta manhã, Judson foi preso escondido em uma residência, localizada no bairro Ronaldo Aragão, na zona leste de Porto Velho.

No quintal da casa, os policiais encontraram várias porções de droga, sendo que duas pessoas foram responsabilizadas pelo crime. Ainda no local, um apenado monitorado por tornozeleira eletrônica, que estava fora da rota determinada pela justiça, também foi preso.
Judson negou ter participação no crime, e disse que no dia da morte de Danielle, ele estava em sua residência. Afirmou que conhecia a mulher, e os demais envolvidos no crime.

Todos foram encaminhados para a sede da Delegacia de Homicídios, onde ficaram à disposição da justiça.

A Polícia segue procurando pelos foragidos Lucas Simões Ferreira, André Ryus de Sousa e Alex Dias do Nascimento. Qualquer informação pode ser repassada pelo 197 da Polícia Civil. Não precisa se identificar.

O crime

De acordo com a Polícia, Lucas Simões Ferreira, era o proprietário da arma usada no crime. Foi ele quem repassou o revólver para Judson Gabriel Barros de França, que entregou para o atirador Alex Dias do Nascimento. André Ryus de Sousa foi apontado como o olheiro, que indicou para Alex onde as vítimas estavam.

Segundo a delegada Leisaloma Carvalho, Danielle foi executada sem nenhuma chance de defesa, quando tentava defender seu marido e sua filha, que estava no colo dele. “Ela se colocou na frente, e mandou que ele corresse para que sua filha não fosse atingida. Após atirar na mulher, Alex correu atrás de Paulo, que estava com a criança no colo, e efetuou vários disparos contra o homem, mas felizmente não acertou nenhum disparo”, detalhou a delegada.

O crime está relaciono ao tráfico de drogas. “Apuramos que havia uma confusão entre o esposo da vítima com os evolvidos, que atuam no tráfico naquela região”, esclareceu Leisaloma Carvalho.

Leia mais- Entenda suposta motivação para tiroteio que ocorreu durante velório do ‘Bruxo do Forró’ Fonte: Rondoniagora


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email

Banner publicitário Doutor Potência