Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020

IMORAL – Candidata a prefeita em município com menos de 8 mil eleitores recebe valor absurdo de fundo eleitoral

Notícias, Política - sexta-feira, 23/10/2020 às 08h58min
IMORAL – Candidata a prefeita em município com menos de 8 mil eleitores recebe valor absurdo de fundo eleitoral
Imagem .GIF que ilustra campanha publicitária do Governo de Rondônia ao combate contra o Coronavírus.

A democracia tem um preço, é verdade. Entretanto, o uso de recursos públicos, num momento em que o País aperta o cinto para tentar fechar as contas da pandemia do coronavírus, que vai deixando cenário de terra arrasada nas contas públicas, é completamente fora de propósito. O financiamento público pode ser uma saída para o sistema político, desde que haja a mínima condição de fiscalização do uso da verba pública, de modo a equilibrar a balança.

Na disputa das eleições 2020 o que tem chamado a atenção da população e principalmente dos veículos de comunicação é a farra que partidos e candidatos fazem com a verba imoral do chamado fundo eleitoral, que não beneficia candidatos de forma igualitária, mostrando o descontrole total pelo abuso de poder.

Um fato curioso que despontou na capital rondoniense foi o fato da candidata a vereadora do Partido Social Liberal – PSL, Siça Andrade ou Siça da Banda, esposa do deputado estadual e presidente do partido em Rondônia, Sargento Eyder Brasil ter recebido um montante de 100.000,00 (cem mil) reais de fundo, quanto os demais candidatos, receberam 2.000,00 (dois mil) reais, o que muitas chamam de direcionamento, uma vez que o presidente do partido beneficiou a atual esposa, mostrando com clareza que não tem nada de bom moço e que algo de muito errado está acontecendo nos bastidores.

Desta vez, outro situação que está repercutindo em Rondônia é o caso da candidata a prefeita pelo Partido Social Democrático – PSD, Socorro, do município de Campo de Novo de Rondônia, que em um município com menos de 8 mil eleitores, recebeu exorbitantes 100.000,00 (cem mil) reais, enquanto os candidatos a vereador do seu próprio partido não receberam nenhum centavo se quer. Será direcionamento? Existe paridade na distribuição deste “fundo” que beneficia apenas caciques? Quem poderá responder essas perguntas? Com a palavra o MP.

 

Fonte: Jornal Rondônia
Imagem .GIF que ilustra campanha publicitária do Governo de Rondônia ao combate contra o Coronavírus.


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email

Banner publicitário Doutor Potência