Jovem morre após tomar ecstasy que continha veneno de rato

Mundo - terça-feira, 23/07/2019 às 14h28min
Jovem morre após tomar ecstasy que continha veneno de rato
Segundo o pai de Milagros Alanis Moyano, ela estava irreconhecível

Uma jovem de 19 anos agonizou por três dias antes de morrer após tomar ecstasy que continha veneno de rato. Milagros Alanis Moyano ficou doente no último domingo em um festival de música e morreu na última quarta-feira em um hospital em Barcelona, na Espanha.

Seu pai, Paulo Moyano, acredita que as pílulas que a filha comprou como ecstasy podem ter sido envenenadas com veneno de rato e fez um alerta nas redes sociais compartilhando fotos de um comprimido que conseguiu com uma das amigas da jovem.

“Ela nos enviou um vídeo dela dançando no Instagram antes de ser levada para o hospital e essa é a última filmagem que eu tenho dela viva. Ela saiu para o show linda, nos mostrou fotos no WhatsApp e dissemos a ela para se divertir, mas para se manter segura. A tiraram de mim e a mataram como um sapo. É realmente difícil dizer isso, mas quando eu estava com ela eu tive que olhar para uma de suas tatuagens para reconhecê-la porque ela não parecia a mesma garota. Minha linda Alanis, apenas 19 anos”, publicou na rede social.

De acordo com o Metro Reino Unido, este não foi o único caso alarmante envolvendo o consumo de drogas na região. Na última quinta-feira, uma menina russa de três anos de idade, que estava férias com seus pais, ficou em estado grave depois de engolir uma pílula de ecstasy que encontrou no chão de um parque infantil em Santa Eulália, Ibiza.

 

Fonte: Band


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email