Em Cacoal, famílias carentes esperam há 4 anos inauguração de creche

Interior - quarta-feira, 24/07/2019 às 09h26min
Em Cacoal, famílias carentes esperam há 4 anos inauguração de creche
Obra de creche segue parada em Cacoal. — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Famílias do bairro São Marcos de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho, esperam há quatro anos pela inauguração de um Centro Educacional Infantil. A instituição seria a única unidade de atendimento escolar do bairro. Orçada em mais de R$ 2 milhões, a obra nunca foi concluída. Após a conclusão, a creche, que começou a ser construída em 2014, deve atender cerca de 245 crianças.

A obra foi uma recomendação à prefeitura do município feita pelo Ministério Público (MP-RO), ainda em 2014, isso depois do órgão realizar um Censo Educacional. Foram mapeados os bairros Habitar Brasil e São Marcos, localizados em uma região carente da cidade.

Dados da pesquisa apontaram que a educação básica naquela região apresentava um índice de 26% de crianças na faixa etária de 0 a 3 anos que não frequentavam creches. Tal situação, de acordo com a promotora de Justiça da Educação, merecia uma atenção especial do poder público por se tratar de uma etapa importante ao desenvolvimento da criança.

Cacoal deve ganhar três creches após ordem de serviço ser assinada

Lucimar Pereira mora há cerca de 100 metros do local onde a creche do São Marcos deveria funcionar. Ela tem quatro filhos e todos precisam da creche e, por isso, está ansiosa para que a unidade fique pronta. No entanto, para não deixar as crianças sem estudar, percorre diariamente mais de dois quilômetros para levá-los até a escola mais próxima.

“Antes de mudar para esse bairro, eu já buscava informações sobre a construção dessa creche, pois era muito longe. Eles me diziam que no máximo em um ano e até seis meses entregariam a obra. Gostaria que essa creche ficasse pronta logo, pois o dinheiro que pago babá, poderia comprar algo para os meus filhos”, disse a auxiliar de produção.

A situação que Lucimar enfrenta é a mesma de outras famílias. A construção da creche começou em novembro de 2014. A conclusão estava prevista para junho de 2015. Já são pouco mais de quatro anos de espera.

“Eu quero trabalhar e ter alguém para ‘olhar’ meus filhos, pois não dá de deixar com qualquer pessoa. Quando estamos no trabalho não tem como saber o que está se passando. Então é bom deixar com pessoas que tenham capacidade cuidar direitinho e as funcionárias da cheche vão saber cuidar”, acreditou a dona de casa Priscila Fabiana de Jesus.

Segundo a prefeitura, a obra foi orçada e licitada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Porém, a empresa vencedora decidiu abandonar o serviço depois de ter um pedido de realimento de preços negado pelo programa. Uma segunda licitação foi feita, dessa vez diretamente pela prefeitura. Contudo, o prazo para entrega da obra está mais uma vez atrasado.

A placa indica que em maio de 2017 já era pra estar tudo pronto. Mas já se passaram dois anos e a creche que deveria atender 245 crianças, de seis meses a 5 anos, ainda precisa de cobertura, piso, janelas, portas, instalação elétrica e hidráulica. Apenas as paredes foram erguidas.

Por telefone, a secretária de educação de Cacoal, Rossana Rosicley, informou que está em viagem e que só poderá passar um posicionamento a respeito da conclusão da obra na próxima semana, época que vai retornar ao município.

Fonte: G1


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email