Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2021

Mais de 2 mil pessoas participam de audiência sobre o retorno das aulas

Educação, Geral - quarta-feira, 28/10/2020 às 17h11min
Mais de 2 mil pessoas participam de audiência sobre o retorno das aulas
Imagem .GIF que ilustra campanha publicitária do Governo de Rondônia ao combate contra o Coronavírus.

A Audiência Pública on-line para debater a retomada das aulas na Rede Estadual de Ensino aconteceu na manhã dessa terça-feira (27), pelo canal Mediação Tecnológica de Rondônia. Mais de duas mil pessoas participaram do evento transmitido pela internet, e reuniu diversos órgãos que expressaram opiniões técnicas sobre o assunto.

Após apuração, os argumentos registados na videoconferência e dados da enquete disponibilizados vão faz parte de um relatório a ser apresentado ao governador, coronel Marcos Rocha.

O titular da pasta da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Suamy Vivecananda, conta que mais de oito mil pessoas responderam ao link da enquete on-line disponibilizada durante a Audiência Pública. Os dados coletados serão tabulados.

A Audiência Pública foi orientada em reunião pelo Gabinete de Articulação para o retorno das aulas. O departamento planeja, orienta e traz à discussão tanto sobre o controle do exercício, do desenvolvimento das ações remotas da educação, quanto para um planejamento futuro. Envolve todos os órgãos de controle do setor e órgãos reguladores.

“A reunião pública foi para medir a opinião da sociedade quanto ao retorno às aulas. Tivemos uma grande atuação de pais, alunos, educadores e gestores, participando diretamente pelo chat. Com as respostas da enquete tiraremos ensinamentos e vamos saber o que o povo pensa, pois durante a audiência foram ouvidas as pessoas que defendem e as que não defendem o retorno das aulas. Entretanto, só podemos saber como agir quando os dados nos apontarem o caminho. Ontem foi apenas a discussão da temática. Foi uma audiência maravilhosa”, comenta o secretário.

Débora Machado Aragão, da Defensoria Pública do Estado de Rondônia (DPE) opinou que o período de pandemia foi de adaptações e que quando houver um retorno o mesmo deve ser hibrido. “Parabenizo os professores, pais, mães e alunos que buscam vencer as dificuldades do ensino à distância. A acredito que neste ano, considerando principalmente que não temos segurança dos dados, com relação aos reflexos desta pandemia. Acredito que quando houver o retorno, o mesmo deve ser hibrido para que as crianças possam ir se adaptando. Um retorno paulatino “, disse a defensora.

Dentre as ações deliberadas pela Secretaria de Educação para a retomada das aulas estão: a mobilização da comunidade escolar, formação de servidores, desenvolvimento de ferramentas de mediação que possibilitam aulas on-line, o envolvimento dos professores e a Busca Ativa Escolar.

Entre os diversos órgãos representados estavam, o Tribunal de Contas de Rondônia (TCE), Ministério Público Estadual, Ministério Público de Contas, Conselho Estadual de Educação, União Nacional dos Dirigentes Municipais e Estaduais (undime), Associação Rondoniense dos Municípios (Arom), Associação dos Conselhos Tutelares, Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia (Sintero) e Sindicato dos Professores e Professoras de Rondônia.

Fonte: GOVERNO DE RO
Imagem .GIF que ilustra campanha publicitária do Governo de Rondônia ao combate contra o Coronavírus.


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email

Banner publicitário Doutor Potência