Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019

Jovem que morreu após “ajuda” para trocar pneu foi asfixiada

Brasil - sexta-feira, 04/10/2019 às 09h16min
Jovem que morreu após “ajuda” para trocar pneu foi asfixiada

A estudante Mariana Forti Bazza, de 19 anos, foi morta asfixiada por estrangulamento, de acordo com laudo do Instituto Médico Legal (IML). O corpo da jovem foi encontrado em uma estrada de Itápolis (SP). Ela desapareceu após receber “ajuda” de Rodrigo Alves Pereira, 33, para trocar o pneu do carro em Bariri (SP), onde morava.

O laudo aponta que o suspeito usou um pano para sufocar Mariana até a morte. De acordo com a polícia, a jovem estava com o material enrolado no pescoço quando foi encontrada, no último dia 25. O documento está anexado em inquérito remetido ao Ministério Público (MP), que indiciou Rodrigo pela morte da estudante.

VEJA AQUI: Homem que ofereceu ajuda para universitária desaparecida é preso escondido em telhado de casa

“Ele [Rodrigo] utilizou de uma força muito grande para estrangular a vítima até a morte”, explicou o investigador-chefe da delegacia de Bariri, José Dadalto. Inicialmente, Rodrigo admitiu o crime, mas depois negou a autoria e disse ter sido coagido por policiais a confessar.

O inquérito da Polícia Civil indicia o homem por latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. Ele pode responder ainda por estupro, caso novo laudo aponte que a jovem sofreu abuso sexual, e ocultação de cadáver. Preso na noite do dia 24, Rodrigo permaneceu boa parte do tempo calado, mas confessou com precisão o local onde estava o corpo de Mariana.

Fonte: Uol


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email