Em 2018, 36 pessoas já morreram nas rodovias federais em Rondônia

Fonte: Rondoniagora

Quinta-Feira, 25 de Outubro de 2018 às 16:55

Compartilhar matéria:

Trinta e seis pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito ocorrido nas rodovias federais em Rondônia no período de janeiro a setembro deste ano, de acordo com a dados divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). As condições ruins de rodovias aliada, principalmente ao excesso de velocidade, são os principais vilões para carros, motocicletas, caminhões e ônibus. Em todo o ano de 2017, foram 111 mortes registradas.

O número de acidentes com vítimas graves aumentou, segundo a PRF. No ano todo o passado, 192 pessoas ficaram gravemente feridas. Nos nove meses deste ano já são 194.

O policial rodoviário federal Max Cabral explica que muitos acidentes poderiam ser evitados se os motoristas redobrassem a atenção e a prudência. “A maioria dos acidentes fatais ou graves poderiam ser evitados se os motoristas tivessem mais cuidado e responsabilidade com a sua vida e dos demais, porque outras pessoas acabam morrendo ou ficando feridas por causa de pessoas imprudentes”, afirma Cabral.

Segundo a PRF, muitos acidentes são causados por distração no aparelho celular, embriaguez, música alta que também tira a concentração do motorista e conversas com o passageiro. “Todo cuidado é pouco quando assume a direção de um veículo, por isso precisamos prestar mais atenção principalmente os motoristas que se arriscam em ultrapassagens”, alerta o policial.

Durante os patrulhamentos de rotina, os policiais flagram vários tipos de crime cometido por motoristas que muitas vezes arriscam a própria vida e a de outras pessoas. “Nosso trabalho sempre será focado em reduzir o número de acidentes e mortes na estrada. Toda vez que os policiais saem para rua eles flagram vários motoristas descumprindo com a lei e todos são autuados severamente como manda a lei”, diz.

Os radares da PRF instalados nas rodovias flagram diariamente motoristas de carro, moto e carretas em excesso de velocidade na BR o que, segundo Max Cabral, é um dos principais causadores de acidentes. “Ao longo da BR existem placas indicando a velocidade permitida, mas alguns não respeitam as normas e insistem em dirigir em alta velocidade. Muitos acidentes poderiam ser evitados porque se o motorista está dentro da velocidade permitida ele consegue desviar de um animal ou buracos que surgem na pista”, disse.

Campanha

Ao logo dos anos, a PRF realiza diversas campanhas educativas fazendo blitze nas barreiras para orientar os condutores sobre a importância de ter atenção e respeitar as leis de trânsito. As equipes também vão até as escolas palestrar para os alunos e distribuir material educativo para os futuros motoristas.

Direção Geral: Vinicius Queiroz
Rua Reverendo Elias Fontes - N°1914, Agenor de Carvalho
Porto Velho/RO. 76820-294
Fone: 69-99993-4921