Desembargador nega liminar a homem que matou caminhoneiro a pedrada

Fonte: Rondoniagora

Terça-Feira, 10 de Julho de 2018 às 22:29

Compartilhar matéria:

Vai permanecer na cadeia o homem que confessou ter matado o caminhoneiro José Batistela com uma pedrada, no dia 30 de maio em Vilhena. Willians Maciel Dias teve o pedido de liminar em habeas corpus negado pelo desembargador Valter de Oliveira, que não viu ilegalidade na preventiva determinada pela 1ª Vara Criminal da cidade.

Denunciado por homicídio qualificado, Willians Maciel teve pedido de revogação da preventiva negado. Assim, a defesa recorreu ao Tribunal de Justiça com o argumento da ausência dos requisitos legais para a manutenção do cárcere. Na decisão, o desembargador avalia que a concessão de liminar em habeas corpus “é medida excepcional, que exige a constatação de inequívoca ilegalidade, o que não vislumbro no caso ora analisado.”

O pedido agora vai receber parecer do Ministério Público e depois decidido pelo colegiado da 1ª Câmara Criminal.

Direção Geral: Vinicius Queiroz
Rua Reverendo Elias Fontes - N°1914, Agenor de Carvalho
Porto Velho/RO. 76820-294
Fone: 69-99993-4921