Mototaxistas testam motocímetro em Porto Velho

Fonte: Assessoria

Quinta-Feira, 04 de Janeiro de 2018 às 12:46

Compartilhar matéria:

Até o final de fevereiro de 2018, todos os 574 mototaxistas de Porto Velho já deverão estar circulando na praça com o motocímetro – um aparelho similar ao taxímetro utilizado para a cobrança das tarifas no transporte de passageiros.

Os testes já começaram e muitos mototaxistas estão no aguardo do aparelho que só é vendido em São Paulo por um consórcio formado pelas cinco empresas que fabricam o dispositivo. Cada aparelho custa em torno de R$ 950.

O uso do motocímetro foi suspenso em 2011 por uma liminar da Vara da Fazenda Pública em favor de uma cooperativa de mototaxistas, sob a alegação de que o aparelho não era reconhecido pelo Inmetro.

Quando estiver em uso, a bandeirada de corrida começa com R$ 3 e a cada um quilômetro, será acrescido R$ 1. Justo ou não, a tarifa agora pelo menos é tabelada e vai evitar a cobrança abusiva a que são submetidos os usuários do sistema aos finais de semana ou em horários noturnos.

Deputado Jesuino Boabaid se indigna com veto do governo

Deputado Jesuino Boabaid se indigna com veto do governo

Sessão Solene homenageia servidores da SEJUS

Sessão Solene homenageia servidores da SEJUS

Direção Geral: Vinicius Queiroz
Rua Reverendo Elias Fontes - N°1914, Agenor de Carvalho
Porto Velho/RO. 76820-294
Fone: 69-99993-4921