Pássaros colocam em risco aviões em aeroporto da capital

Fonte: Mais RO com Valor Econômico

Quarta-Feira, 13 de Dezembro de 2017 às 09:29

Compartilhar matéria:

Um trabalho de conclusão de curso de alunos de Ciências Aeronáuticas publicado no portal Unisul, alerta para a existência de pássaros ao redor do aeroporto de Porto Velho. A monografia intitulada de “Risco de Fauna no Aeroporto Internacional de Porto Velho”, alerta que o perigo de colisões com aeronaves no pouso e na decolagem é iminente.

Esta pesquisa teve como objetivo geral compreender o risco de fauna presente no Aeroporto Internacional de Porto Velho e suas medidas mitigadoras. Caracteriza-se como uma pesquisa descritiva com procedimento de levantamento por meio de entrevistas e questionários e procedimento bibliográfico e documental.

A abordagem utilizada foi quantitativa e qualitativa. Serviram de fundamentação e análise desta pesquisa dados a partir da Infraero, Cenipa, Anac, livros, páginas da internet e artigos relacionados ao risco de fauna e suas medidas mitigadoras em aeroportos, bem como informações coletadas através de levantamento com pilotos e controladores de voo que atuam no local. A análise dos dados foi feita por meio de gráficos, figuras e tabelas, relacionando os tipos de ocorrências, o tipo de animal mais comum, sua gravidade e a frequência que eles são observados neste aeroporto.

Ao finalizar a pesquisa, conclui-se que o descarte de lixo nas vizinhanças do aeroporto, encontrados durante vistorias da Infraero, principalmente na Avenida Lauro Sodré, e a presença de abatedouros irregulares dentro da Área de Segurança Aeroportuária, confirmados pela administração do aeroporto, servem de atrativo para aves, que acabam se aglomerando no local e interferem nos procedimentos de pouso e decolagem, elevando o risco de operações aéreas no aeroporto. De acordo com os dados analisados a partir dos pilotos entrevistados, a maioria determina o risco de fauna como um risco médio no aeroporto.

Já, em relação aos controladores de voo, a maioria determina o risco de fauna como um risco alto. Verifica-se a necessidade de elaboração de um Programa de Gerenciamento de Risco de Fauna, uma ferramenta aliada na prevenção de ocorrências relacionadas à fauna no aeroporto, já que as medidas utilizadas para mitigar este risco no aeroporto se limitam apenas à afugentação e captura.

Trabalho realizado por acadêmicos da Unisul- Universidade Sul de Santa Catarina.

Deputado Jesuino Boabaid se indigna com veto do governo

Deputado Jesuino Boabaid se indigna com veto do governo

Sessão Solene homenageia servidores da SEJUS

Sessão Solene homenageia servidores da SEJUS

Direção Geral: Vinicius Queiroz
Rua Reverendo Elias Fontes - N°1914, Agenor de Carvalho
Porto Velho/RO. 76820-294
Fone: 69-99993-4921